Encontrando os períodos de facilidade e dificuldade no mapa natal

3 MANEIRAS DE TOMAR DECISÕES ATRAVÉS DA ASTROLOGIA
21 de novembro de 2017
Saturno em capricórnio (2017 – 2020)
11 de Janeiro de 2018
Mais artigos

Encontrando os períodos de facilidade e dificuldade no mapa natal

Existem várias técnicas, na Astrologia Tradicional, para se analisar os ciclos da vida de um indivíduo com base em sua natividade, compreendendo quais períodos são mais favoráveis e mais difíceis para a prosperidade não apenas material, mas do próprio estado de espírito. Uma das mais utilizadas é a análise do regente das triplicidades, que vou lhes apresentar agora com base no estudo do astrólogo persa Masha’allah e em minha experiência de atendimento. 
Fonte da imagem: https://goo.gl/YfbLPx
Em primeiro lugar, verifique qual dos luminares (Sol e Lua) possuem mais importância para o nativo de acordo com o posicionamento do Sol na carta natal. Se a natividade for noturna (Sol abaixo da linha do horizonte), a Lua será o principal luminar; se, do contrário, a natividade for diurna (Sol acima da linha do horizonte), o próprio Sol reinará.  
Verifique, depois, em qual signo o Sol ou a Lua se encontram. O elemento (terra, água, fogo ou ar) deste signo determinará os regentes das triplicidades na seguinte ordem:
TERRA: Vênus, Lua e Marte (para natividades diurnas); Lua, Vênus e Marte (para natividades noturnas)
ÁGUA: Vênus, Marte e Lua (para natividades diurnas); Marte, Vênus e Lua (para natividades noturnas)
FOGO: Sol, Júpiter e Saturno (para natividades diurnas); Júpiter, Sol e Saturno (para natividades noturnas).
AR: Saturno, Mercúrio e Júpiter (para natividades diurnas); Mercúrio, Saturno e Júpiter (para natividades noturnas).
O primeiro regente da triplicidade rege o primeiro período da vida.
O segundo regente da triplicidade rege o segundo período da vida.
O terceiro período da triplicidade rege o terceiro período da vida.
Evidentemente, para cada natividade há um tempo de vida específico, o que me impede de definir o número de anos de cada período de forma generalizada. O que se pode fazer é estabelecer uma expectativa de vida e dividir a idade encontrada por três. 
O próximo passo é compreender a situação de cada um desses planetas regentes no mapa natal. É positivo para o planeta estar:
a) em casas fortes (1, 4, 7 e 10)
b) em casas benéficas (1, 3, 5, 9, 10 e 11)
c) conjunto ao Lote da Fortuna
d) em dignidades essenciais
e) recebendo aspectos harmônicos ou conjunção de planetas benéficos dignificados (Vênus e Júpiter)
f) cazimi
g) alinhado a estrelas fixas benéficas
É negativo para o planeta estar:
a) em casas fracas (3, 6, 9 e 12)*
b) em casas maléficas (6, 8 e 12)
c) conjunto aos nodos lunares**, especialmente o Nodo Sul
d) em debilidades essenciais
e) recebendo aspectos desarmônicos ou conjunção de maléficos
f) combusto
g) alinhado a estrelas fixas maléficas
*as casas 3 e 9 são benéficas, mas cadentes, gerando alguns benefícios que podem não se sustentar (a palavra “cadente” se relaciona ao verbo “cair”).
** o Nodo Norte também pode trazer alguns benefícios.
Observações: 
1) casa 2 é neutra, podendo ser positiva ou negativa de acordo com a configuração geral do mapa.
2) Sol, Lua e Mercúrio podem ser benéficos ou maléficos, dependendo de seus posicionamentos no mapa.
3) má recepção por aspecto harmônico dá altos e baixos; boa recepção por aspecto harmônico, dá altos e baixos. 
Recomendo fazer uma avaliação geral, pesando os prós e contras para concluir se o regente da triplicidade de determinado período está mais positivo ou negativo. Dê especial atenção para a força dos planetas! 
São fortes as casas 1, 4, 7 e 10.
São medianas as casas 2, 5, 8 e 11.
São fracas as casas 3, 6, 9 e 12.
Analise o mapa por sistema de quadrantes (sugiro Alcabitius, mas use Placidus se preferir) e Signos Inteiros. Isso é importante porque se uma pessoa tiver, por exemplo, um dos regentes da triplicidade numa casa maléfica por Signos Inteiros, mas, por quadrantes, o planeta se encontra numa casa benéfica e/ou angular, os malefícios serão amenizados e os benefícios potencializados. Um ótimo mapa para ilustrar esta dinâmica é o da cantora Miley Cyrus, que tem o Sol como regente da primeira triplicidade na oitava casa por Signos Inteiros, porém totalmente na sétima por quadrantes: a primeira parte de sua vida tem sido extremamente promissora, ainda que, pelo excesso de responsabilidades, sua infância tenha sido um tanto quanto boicotada (não à toa, a Lua da Miley está debilitada em Escorpião). 
Alguns astrólogos tomam apenas os dois regentes iniciais para investigar, respectivamente, o primeiro e o segundo período da vida, enquanto o regente participativo daria uma tônica melhor ou pior para cada um dos períodos de acordo com suas condições natais. 
Guilherme de Carli
Análises de mapa natal e outros serviços astrológicos podem ser solicitados aqui no site.